quinta-feira, 24 de abril de 2008

"As Arveres"

Ontem (ou antes de ontem, sei lá) comemorou-se o dia da Terra. Criado em 1970 (boa colheita), pelo Senador Gay qualquer coisa, que agora não me lembro. Visa pois, este dia, sublinhar a conservação dos recursos naturais, evitar a poluição e preservar as espécies em risco.

Então nada melhor que ilustrar o evento, com uma figura já de certo conhecida por todos, mas em vias de extinção "provavelmente O homem + genuíno do planeta".

Já passou, eu sei, mas o dia da terra é quando um homem quiser... ou não?

Vejam, ou revejam, “As arveres somo nozes”



Saudações terrestres

7 comentários:

Myllana disse...

Por acaso já tinha visto . Coitado do homem ....

:)

E ainda por cima é meu conterrâneo :)

Bom dia !

Olá!! disse...

eu era capaz de me apaixonar por ele... taummmm sensível hihihi
as arveresssssssssss hahahaha

Anita :) disse...

lolololol...só agora é que consegui ber o vídeo coitado:))
olha tá-se não consigo postar os vídeos...são muito pesados:(((

beijinhos

Tá-se bem! disse...

Myllana, se por acaso o encontrares dá-lhe saudações minhas... que ele merece!!
Beijo para ti


Olá, tá bem tá, só se fosse sensibilidade amarela!! ahaha ;))
Bijussss


Anita, Oh pah!!:( Reparte lá isso e mostra a melhor parte! hihihi
Bijocasss ;))

Pintinho disse...

Viva o senador Gay e a colheita de 1970, grande ano. Em 69 também não foi mau...

Abraço

Carimbo Azul

Lilicat disse...

Desembucha homem: as aves comem nozes!!! Ufa, já está!!!

Eu também tenho alturas em que me "enrolo" toda... eheh

beijinhos

bom fds

Tá-se bem! disse...

Pintinho, a colheita de 69 é das melhores! ehehehe
Abraço



Lilicat, temos humorista, queres lá ver!? hihihi :P
Beijitosss e Bom Fim de semana